Benefícios flexíveis: descubra as vantagens dessa alternativa!

Benefícios flexíveis: descubra as vantagens dessa alternativa!

Flexibilidade é uma palavra cada vez mais presente — e necessária — no mercado de trabalho, já percebeu? Exemplos disso são os formatos de trabalho home office e remoto, a carga horária adaptável, as reuniões virtuais, que garantem mais versatilidade de acesso, entre outros. Agora, chegou a hora de a gestão pensar nos benefícios flexíveis.

Vantagens desse tipo oferecem pontos positivos tanto para as empresas quanto para os colaboradores. A companhia, por sua vez, consegue direcionar o capital para aquilo que é realmente necessário, evitando a má administração do dinheiro destinado a isso. Já os colaboradores contam com assistências que realmente fazem sentido para eles.

Se a sua empresa ainda não considerou a possibilidade de implementar esse tipo de oferta, é bom repensar as suas estratégias. Eu vou mostrar como isso pode ser interessante e apresentar exemplos de como adotar internamente. Não deixe de conferir!

O que são benefícios flexíveis, afinal?

Benefícios flexíveis são as vantagens oferecidas pela empresa que podem ser customizadas ou adaptadas de acordo com as necessidades de cada colaborador. Assim, os funcionários podem escolher, dentre as opções definidas pela companhia, qual é a mais interessante para eles.

Para auxiliar no entendimento, imagine que uma organização ofereça apenas vale-refeição aos colaboradores e, ao fazer uma pesquisa interna, perceba que muitas pessoas preferem levar a própria comida em vez de almoçar fora.

Tendo em vista que o vale-refeição é utilizado, geralmente, em restaurantes, lanchonetes e padarias, e o vale-alimentação em super e hipermercados, garantir a possibilidade de troca para o vale-alimentação, nesse caso, seria interessante para parte do time.

Quais as vantagens de oferecer esse tipo de benefício na empresa?

Se você conferiu o exemplo acima, já imaginou que o fato de poder trocar um benefício pelo outro, certamente, deixará os colaboradores mais satisfeitos, certo? Isso acontece porque eles estarão suprindo suas necessidades com mais autonomia e com a ajuda da empresa.

A organização também ganha, já que terá um time mais engajado — pois os funcionários reconhecerão os esforços da empregadora no seu bem-estar. Assim, ela aumentará o seu diferencial competitivo com a oferta de melhorias que beneficiarão o clima organizacional, um dos fatores que ajudam na retenção de talentos.

De quais formas é possível investir em benefícios flexíveis?

Citamos o exemplo do vale-alimentação versus vale-refeição, mas esse é um assunto bastante abrangente, principalmente porque depende do tipo de negócio e dos objetivos de cada empresa. Veja alguns exemplos de como é possível investir nesse tipo de flexibilidade:

  • vale-combustível ou estacionamento, em opção ao vale-transporte;
  • plano odontológico como alternativa ao plano de saúde;
  • auxílio-creche, em opção à bolsa de estudos;
  • vale-Natal, em relação à tradicional cesta natalina;
  • vale-cultura para quem preferir no lugar do vale-presente.

Viu quantas possibilidades existem quando o assunto é flexibilizar benefícios? Não se trata de implementar ou retirar certas vantagens e, sim, oferecer outras possibilidades que sejam tão interessantes para a companhia quanto para os funcionários.

Gostou da ideia e quer entender melhor como a sua empresa pode investir em benefícios flexíveis? A Eucard pode ajudar nessa missão, pois é especializada na gestão de cartões de benefícios corporativos e está focada em oferecer vantagens competitivas para a sua organização, com condições que nenhuma outra operadora oferece.

O que acha de conhecer as alternativas de benefícios da Eucard? Entre em contato e saiba como dar mais um passo rumo à valorização do seu time!