Manter uma equipe sempre motivada é uma tarefa bem desafiadora, independentemente do tipo de empresa na qual você trabalhe. Por isso é importante implementar medidas que promovam o engajamento e a dedicação de todos os membros.

O cartão premiação ou de benefícios pode ser uma ótima estratégia para que gestores de negócios incentivem os colaboradores a alcançarem suas metas e atingirem melhores resultados, além de minimizar os gastos da empresa simultaneamente.

Neste conteúdo explicamos qual é a diferença entre comissão e premiação, quando vale a pena pagar o segundo, quais são suas regras legais, vantagens e mais. Confira!

O que é o cartão premiação?

Como o nome já diz, trata-se de um cartão que oferece alguma recompensa ao colaborador individual ou à equipe, proporcional ao seu desempenho. A ideia é criar uma forma mais prática e eficaz de compensar colaboradores que apresentam desempenho acima da média, de forma que eles se sintam mais estimulados a continuar oferecendo um bom desempenho ao longo do tempo.

Quais são as diferenças entre premiação, vale e comissão?

Apesar de ambos os conceitos se tratarem de pagamentos extras fornecidos aos colaboradores, há impactantes diferenças legais. Entenda melhor abaixo.

Comissão

Deve ser paga eventualmente aos funcionários — todos os meses — e integra o salário, o que significa que são incididos encargos como férias, 13º salário, INSS, FGTS, entre outros. Escolher pela comissão pode encarecer bastante a folha de pagamento.

Vale

A maioria das folhas de pagamento inclui alguns vales, como alimentação, para compras, transporte, entre outros. Nesse caso, trata-se da empresa cobrindo custos associados ao trabalho ou oferecendo benefícios que seriam interessantes para o dia a dia do colaborador, geralmente com custo interno reduzido em relação ao que é oferecido.

Premiação

Já a premiação é um valor extraordinário que é pago eventualmente, ou seja, não é necessário pagá-lo todos os meses. Ele não integra o salário do colaborador e, por isso, não incidem encargos previdenciários e trabalhistas.

Quando vale a pena oferecer cartão premiação aos funcionários?

Geralmente, a premiação é oferecida quando um colaborador alcança metas preestabelecidas na campanha de incentivo da empresa. Por isso, é recomendável disponibilizá-lo quando a empresa tem metas bem estabelecidas e consegue medi-las individualmente ou por grupo. Caso as metas sejam muito abertas, o fornecimento desse benefício pode ficar inconsistente demais, o que gera alguma insatisfação na equipe.

Como funciona e quais são as regras do cartão premiação?

É preciso que o pagamento se encaixe no seu conceito legal, que está previsto no §4º do art. 457 da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). As características de prêmios são:

  • o pagamento pode ser em dinheiro, bens ou serviços;
  • pode ser pago para um indivíduo ou toda uma equipe;
  • deve ser concedido quando o colaborador tem desempenho superior ao comum.

Não há regras fixas sobre a forma de aquisição dos prêmios, mas a empresa pode escolher como ele será pago ao funcionário, podendo ser em dinheiro ou utilidades, como descontos em convênios, combustível, entre outros.

Saiba que o art. 458 da CLT diz que parcelas pagas habitualmente constituem salário “in natura” e devem compor a remuneração (incidindo os encargos legais). Porém, o mesmo artigo traz uma lista de utilidades que não serão consideradas como salário, entre elas:

  • valores destinados para alimentação, desde que não excedam 20% do salário;
  • gastos com transporte para levar e trazer o funcionário ao trabalho;
  • convênios com assistência médica, odontológica e hospitalar;
  • entre outros.

Quais são as principais vantagens do cartão premiação?

A empresa conquista vários benefícios que impulsionam a produtividade do seu pessoal e desenvolvimento, possibilitando a conquista de maior espaço perante seus concorrentes no mercado. Veja quais são as principais delas:

  • economia: os encargos trabalhistas e previdenciários não incidem sobre prêmios, o que gera mais economia na folha de pagamento;
  • controle de gastos: com uma empresa especializada em fornecer esse cartão, seu negócio controlará melhor seus custos;
  • motivação dos funcionários: ele é fornecido pelo desempenho dos colaboradores;
  • comodidade e autonomia: a legislação não é rígida sobre o assunto, dando mais liberdade para que o empreendedor gerencie o seu cartão premiação.

8 ideias de cartão premiação

Esse tipo de recompensa pode ser usado com muitas finalidades, dependendo do benefício que é mais interessante para seus colaboradores e de como ele será oferecido. Também há sempre a opção de utilizar mais de um, adicionando um pouco mais de variedade e aumentando suas chances de alcançar diferentes perfis dentro da sua empresa.

Veja aqui algumas ideias desse tipo de benefício que podem ser interessantes para você:

  1. Cartão de loja: se você tem parceria com algum varejo ou sua empresa possui produtos interessantes, é possível oferecer um crédito de compra para esses produtos;
  2. Banco de horas: você também pode usar um banco de horas como benefício, permitindo que o colaborador ganhe um dia de folga de tempos em tempos;
  3. Milhas de viagem: para aqueles que preferem melhorar a qualidade de suas folgas, as milhas de viagem podem ser interessantes, facilitando o processo de conhecer lugares novos;
  4. Cartão cultura: eventos culturais, como teatro, festivais, concertos, entre outros, também podem ser do interesse de várias pessoas na equipe;
  5. Assinatura de serviços: academia, clube, streaming de música ou filmes, entre outros serviços do tipo, são bem cotados pela maioria das pessoas, sendo uma boa compensação para um bom desempenho;
  6. Aplicativos de locomoção: crédito em aplicativos como Uber ou 99 também são muito úteis para qualquer pessoa, o que os torna uma boa recompensa para qualquer colaborador da sua empresa;
  7. Educação e especialização: se você tem parceria com instituições de educação, então pode oferecer cursos de especialização ou bolsas como parte do seu cartão de premiação;
  8. Bônus de pagamento: em última instância, o cartão pode ser usado para oferecer um valor extra aos colaboradores que apresentam melhor desempenho, seja para a equipe como um todo ou para cada indivíduo separadamente.

Claro que existem várias outras opções. É interessante falar com sua equipe sobre o assunto e ver quais sugestões os colaboradores têm a oferecer.

Como fica a questão legal do cartão?

É importante que o empreendedor esclareça quaisquer dúvidas que ele tenha sobre questões trabalhistas, como questões relacionadas ao processo trabalhista, premiação fora do holerite, encargos contábeis. Com isso, o gestor minimiza o risco que ele tenha problemas legais com seus colaboradores ou ex-funcionários.

Para receber o cartão premiação ideal para o negócio, é preciso que a operadora de cartões, que deve oferecer uma grande diversidade de serviços, permita a personalização de cartões e propostas, bem como tecnológica e moderna.

Achou essas informações úteis? Então compartilhe este artigo em suas redes sociais e mostre a mais pessoas como oferecer os melhores benefícios para seus colaboradores e incentivar seu melhor desempenho.

Quer aproveitar dos benefícios do cartão premiação? Entre em contato e solicite já para sua empresa!

banner para blog eucard