A alta rotatividade de pessoal é um dos problemas recorrentes nas empresas. De modo geral, estabelecimentos que apresentam tal situação normalmente não valorizam de maneira correta a rede de talentos. Dito isso, é interessante que cada uma faça uma autoanálise e aprenda como diminuir o turnover.

Atualmente, o público está cada vez mais engajado na intenção de valorizar o bem-estar e crescer profissionalmente. Se a empresa precisa conhecer a fundo as características do consumidor para gerir estratégias de atração e fidelização, o mesmo investimento deve ocorrer com os colaboradores.

Afinal, eles também são pessoas que ajudam a dar credibilidade à imagem da marca e elevar o diferencial competitivo dela. Portanto, continue conosco e veja abaixo informações pertinentes sobre esse assunto para propor mudanças significativas. Boa leitura!

O que é turnover

Antes de saber como diminuir turnover, vamos entender o que significa esse termo. Em suma, trata-se da taxa de rotatividade de pessoal, uma métrica muito presente na rotina dos profissionais que fazem parte do RH. Ela ocorre de maneira voluntária ou involuntária.

O primeiro caso acontece quando o próprio colaborador decide sair do time de um determinado departamento, seja por insatisfação com o ambiente corporativo ou por receber uma proposta de trabalho mais atraente que a atual. Já a segunda é feita pela empresa em meio ao alinhamento de certas questões internas, por exemplo, inadequação à cultura organizacional ou desagrado com a conduta profissional do colaborador.

De todo modo, essa alta rotatividade traz alguns riscos ao negócio, tais quais a ausência de um plano de desenvolvimento individual, planejamento de jornada do colaborador ou até mesmo a propagação de uma proposta de emprego com valor inferior à realidade do mercado.

A importância de reduzir essa taxa

Evidentemente, é importante saber como diminuir o turnover o quanto antes, ao passo que as pessoas usam constantemente a internet para propagar diversos tipos de opiniões, inclusive sobre produtos, serviços e até mesmo as experiências que tiveram com determinada empresa.

Atualmente, existem vários sites especializados em catalogar essas percepções e cada opinião pode atrair ou espantar os usuários. Dessa forma, é muito importante que a marca tenha um perfil de candidato ideal para que ele se encaixe com exatidão nos requisitos de uma vaga.

Sendo assim, é necessário seguir boas práticas para treinamentos e recrutamentos a fim de identificar profissionais que se adéquem à cultura organizacional e tenham as competências necessárias para a complexidade das atividades.

As dicas para reduzir o turnover da empresa

Primeiramente, é necessário ter a certeza de que os colaboradores estão diante de um bom ambiente de trabalho. Para isso, use a cultura do feedback como forma de coletar informações preciosas que ajudam sua empresa a tomar decisões estratégicas e que valorizam a sua rede de talentos.

Sob esse ponto de vista, trabalhe na intenção de construir um clima organizacional agradável. Afinal, é fundamental que eles se sintam bem naquele departamento e enxerguem possibilidades de crescimento no seu negócio, principalmente quando sua empresa investe em qualificação profissional.

Além disso, não se esqueça da importância do plano de benefícios. O vale-alimentação representa um grande diferencial para a corporação em relação a como diminuir turnover, ao passo que ele ajuda a motivar os profissionais e é um valor complementar ao salário.

Neste conteúdo, você aprendeu de maneira simples como diminuir o turnover. Por isso, coloque essas dicas em prática e preze para que sua empresa tome decisões que satisfaçam as necessidades do seu público interno e externo.

Gostou deste artigo? Então, se inscreva na nossa newsletter para receber conteúdos inéditos que melhoram seu conhecimento em RH.