You are currently viewing Guia completo sobre como motivar funcionários

Guia completo sobre como motivar funcionários

Um dos estudiosos mais reconhecidos na área de RH, Idalberto Chiavenato, já disse em suas publicações e entrevistas que pessoas não são recursos e, sim, elementos vitais em uma organização, e têm de ser lideradas, engajadas, empoderadas e alavancadas. Esse é um ponto de partida para entender como motivar funcionários da sua empresa é essencial.

O autor explica que os profissionais têm inteligência e competência — por isso, é um erro compará-los aos “recursos” — e precisam ter autonomia em suas ações. Eles precisam ser estimulados a se desenvolverem continuamente e não serem administrados como recursos.

Instigá-los a serem sempre melhores, além de ser vantajoso para os próprios colaboradores, que se desenvolvem continuamente, beneficia também a empresa que passa a contar com times mais engajados e produtivos. Vou te explicar como isso acontece e como colocar a motivação do seu time lá em cima. Acompanhe!

O conceito de motivação e seus desdobramentos

Vale a pena reforçar o sinônimo de motivação para que todo este conteúdo seja mais bem compreendido. Motivar não se refere a alegrar ou entusiasmar pessoas, ao contrário do que muitos pensam. Motivação é a intenção para fazer uma ação, ou seja: o motivo pelo qual uma pessoa deseja se mover para realizar alguma coisa.

Quais razões levariam os seus colaboradores a se moverem em prol dos resultados da empresa? Por que aí eles são bem remunerados, recebem benefícios flexíveis e melhores do que a concorrência oferece? Por que pretendem alcançar uma melhor performance profissional e se destacar no mercado?

Entenda que a motivação vai muito além da questão financeira. Existem casos em que receber um bom salário não é o primeiro nem o segundo fator que mais motiva uma pessoa a permanecer na empresa e a desempenhar um bom trabalho. Esse profissional pode ser movido, essencialmente, pela experiência de estar ali, por exemplo.

São várias as razões pelas quais uma pessoa se motiva a fazer alguma coisa — e tenha em mente que isso pode ser, literalmente, qualquer coisa. O fator motivador é muito pessoal em cada indivíduo.

Apesar da individualidade motivacional, é dever de todo profissional de RH que deseja ter ações mais estratégicas e melhorar a produtividade interna propor medidas que agucem o desejo de partir para a ação e estimulem o engajamento de cada colaborador. A seguir, veja quantos ganhos a empresa terá a partir disso.

Os benefícios de motivar os colaboradores

Nenhuma empresa é beneficiada de alguma forma quando tem em seu time pessoas desmotivadas, insatisfeitas e que não veem propósito naquilo que fazem. Pelo contrário, essas organizações tendem a atropelar processos, não entregar o esperado para o cliente e ainda pior, ter prejuízos financeiros.

Certamente, não é isso que você deseja para a organização da qual faz parte. Como profissional de gestão de pessoas, é importante que você tenha em mente que a melhor estratégia para ter sucesso em qualquer negócio é investir na motivação e no engajamento dessas pessoas. Veja quantas coisas positivas são percebidas por ambos os lados.

Melhora a autoestima dos funcionários

As pessoas gostam de se sentir úteis e relevantes para as empresas nas quais trabalham e quando elas são motivadas entendem que o seu papel é importante para a organização. Afinal, quando percebe-se que um colaborador não se empenha e não se encaixa no perfil desejado pela companhia, poucos investimentos são feitos nele, certo?

Favorece o crescimento pessoal e profissional

Entre os benefícios mais importantes de se investir na motivação de um funcionário é acompanhar o seu desenvolvimento profissional e o quanto ele se torna cada dia mais relevante para a empresa.

Quando uma pessoa evolui profissionalmente, ela tende a amadurecer também como pessoa. Com isso, a organização passa a ter no seu time não só um funcionário ainda mais valioso, como também uma pessoa humanamente mais evoluída.

Estimula a participação nas atividades internas

É preciso desmitificar a visão de que funcionários são movidos por dinheiro e por uma folha de pagamento em dia. Reforçando o que disse antes, as pessoas precisam e gostam de se sentir úteis, e quando são motivadas pelos seus gestores, elas se sentem muito mais à vontade para contribuir com suas ideias e a procurarem soluções.

Melhora os resultados da empresa de maneira geral

Não há dúvidas que um time formado por pessoas mais confiantes, engajadas com as atividades, que buscam a evolução constantemente e querem mostrar a relevância do seu trabalho produzirá muito mais e melhor diariamente, concorda? Com isso, a empresa entregará resultados muito acima da expectativa.

Motivando a equipe a partir de 8 medidas estratégicas

É preciso ter sempre em mente que um dos principais fatores de motivação para qualquer colaborador é perceber que a empresa realmente investe nele e não apenas absorve sua capacidade de trabalho.

Se, no dia a dia, a organização demonstra isso para os times, o primeiro passo para motivá-los já foi dado. Ciente disso, acompanhe algumas sugestões para motivar e manter o engajamento interno lá no alto.

1. Permita que as pessoas tomem decisões

Profissionais de alta performance gostam de ter autonomia para resolver as situações que se impõem no ambiente de trabalho. A dependência elevada dos líderes e centralização das atividades não é saudável para ninguém.

Além disso, sentir-se livre e seguro para tomar decisões é um excelente passo que precisa ser dado para que o colaborador evolua e tenha uma percepção cada vez mais ampla e estratégica das suas decisões na empresa. Quer melhor motivação que essa?

2. Reconheça o trabalho individual e em grupo

O reconhecimento aqui não é só pecuniário, apesar de o dinheiro ser um ótimo motivador para que as pessoas consigam realizar seus desejos e projetos. Existem muitas maneiras de uma empresa reconhecer o trabalho da sua equipe:

  • festejar os resultados de um projeto bem-feito;
  • comemorar o desenvolvimento de um colaborador;
  • oferecer premiações pela boa performance e alcance de metas;
  • ressaltar os valores individuais e os pontos positivos de cada um durante o desempenho de determinada atividade;
  • relembrar a todos, ao final de um período de trabalho, como cada colaborador se doou para a empresa e o valor do trabalho de cada um;
  • planejar melhorias na gestão de benefícios e oferecer vantagens que sejam realmente úteis no dia a dia do time.

Viu quantas alternativas existem para motivar os funcionários e que, nem sempre, envolvem dinheiro? Isso quer dizer que, caso a empresa não esteja em um bom momento financeiro, ainda assim, é possível investir na motivação interna.

3. Negocie dias em home office

Uma pesquisa (pág. 13) realizada por uma grande consultoria em Recursos Humanos constatou que para 48% dos profissionais entrevistados que passaram a trabalhar em casa por causa da pandemia da COVID-19, o equilíbrio entre a qualidade de vida e o trabalho melhorou mesmo após um ano do início da pandemia.

Entre os principais motivos disso acontecer ressaltam-se a redução do estresse por não precisar se deslocar até o trabalho, por ter mais tempo para conviver com a família e menos pressão vivida no ambiente organizacional físico.

Porém, apesar de ter caído no gosto de muitos brasileiros, o formato home office não é para qualquer negócio. Mesmo quando os colaboradores desempenham suas atividades 100% pelo computador, ainda há resistência em adotar esse modelo de trabalho de vez.

Pensando nessas empresas que sentem dificuldade de implementar o trabalho remoto e em oferecer alternativas para manter os funcionários engajados, uma dica é sugerir um dia da semana (ou mais) no qual os colaboradores poderão exercer suas atividades em casa.

Essa é uma forma de equilibrar os benefícios da interação e da troca de experiências por estar em ambiente corporativo com o bem-estar de poder fugir do trânsito e ficar mais perto da família, por exemplo.

4. Implemente jornadas de trabalho mais flexíveis

Ter a flexibilidade de fazer seu próprio horário está entre os principais desejos dos trabalhadores nos dias de hoje. Uma estrutura de trabalho rígida e com horários muito bem-definidos faz parte de um modelo de gestão ultrapassado.

Os colaboradores desejam, cada vez mais, ter liberdade para desempenhar suas tarefas no melhor horário para eles. Ou, pelo menos, se sentirem à vontade para negociar os melhores dias e horários para trabalhar.

Nesse sentido, saiba que a flexibilidade pode ser oferecida de diversas formas:

  • jornada de trabalho flexível;
  • modelo híbrido de trabalho, no qual o colaborador vai alguns dias na empresa e, em outros, trabalha em casa;
  • fazer um dia de expediente mais extenso para folgar no outro;
  • descontar do banco de horas as horas extras quando tiver algum problema pessoal para resolver.

Tenha em mente que os verdadeiros talentos entendem que devem ser valorizados pela sua entrega e pela qualidade do seu trabalho, e não pelo número de horas que passam na frente do computador ou dentro do ambiente corporativo. Por isso, flexibilizar é a palavra da vez no mercado de trabalho.

5. Invista na saúde do clima organizacional

É muito difícil um colaborador se manter motivado em um ambiente de trabalho ruim, com clima pesado e no qual as pessoas não têm um bom relacionamento entre si. Por melhores que sejam os salários e benefícios, um local com essas características desmotiva os profissionais.

Além de isso ser prejudicial para eles, que produzem menos por estarem insatisfeitos internamente, é uma desvantagem para a empresa. Isso acontece porque os colaboradores passam a procurar novas oportunidades e, com isso, aumenta-se a taxa de rotatividade da companhia — isso é ruim para a sua imagem.

Algumas formas de incentivar um bom clima organizacional são:

  • fomentar a importância de ter uma comunicação clara entre todos;
  • estimular o respeito às diversidades e às diferenças de pensamento;
  • investir no treinamento dos líderes a fim de entenderem melhor as pessoas e exercerem uma liderança baseada no bom relacionamento.

6. Proponha condições de trabalho adequadas

Pode parecer irrelevante, mas ter uma boa ergonomia no trabalho faz toda a diferença no dia a dia e influencia muito na motivação dos funcionários. Seja na empresa ou em casa, é preciso que o trabalho seja realizado de forma confortável, saudável e preventiva de doenças laborais.

Nesse sentido, a empresa pode:

  1. oferecer mobiliário adequado, com mesas e cadeiras apropriadas;
  2. sugerir pausas durante a jornada de trabalho;
  3. se possível, investir em ginásticas laborais ou sessões de massagens relaxantes após uma semana de muito trabalho. Essas são medidas que, certamente, motivarão e renovarão a energia do time.

7. Pense na melhor maneira de comunicar

Falei aqui em vários pontos positivos e melhorias por parte da organização, mas sabemos que existem momentos em que é necessário chamar atenção dos colaboradores ou informar sobre uma nova realidade negativa, como problemas financeiros ou perdas de clientes.

No entanto, até nessas circunstâncias é possível falar a verdade sem desmotivar o time por meio de uma boa comunicação. O segredo é saber como abordar assuntos delicados ou chatos de serem tratados. Um exemplo é quando a organização precisa urgentemente bater a meta, pois, do contrário, fechará o mês no vermelho.

Nesse caso, fale do desafio, do planejamento que está sendo estruturado e como o papel de cada um é importante para alcançar esse objetivo. Evite abordar o quão delicada está a situação e colocar o peso da responsabilidade em cada colaborador. São abordagens diferentes, mas que, no fundo, têm o mesmo objetivo, percebeu?

8. Elabore um plano de carreira (ou de cargos e salários)

Saber que existem oportunidades para crescer na empresa e que isso dependerá, principalmente, do seu esforço individual é um grande motivador para os profissionais que desejam se desenvolver na carreira e não apenas enxerga a empresa como uma fonte de renda.

É importante, inclusive, identificar os funcionários que realmente veem a sua permanência na empresa como uma forma de troca de experiências e de desenvolvimento mútuo, pois isso ajuda a recompensar as pessoas certas e focar as ações de engajamento em quem está mais alinhado aos objetivos da companhia.

Por isso, desenvolva e proponha planos de carreira, bem como de cargos e salários. Assim, os colaboradores entenderão exatamente qual caminho é possível percorrer na empresa e se motivarão a evoluírem cada dia mais.

Para finalizar, não se esqueça de que a motivação também é reconhecimento, e as ações que listei aqui são medidas que reforçam o quanto os colaboradores são valiosos para a companhia. A partir de agora, após entender como motivar funcionários, você será capaz de propor outras melhorias considerando a realidade da sua empresa.

Aproveite para receber outras dicas como as deste guia diretamente no seu e-mail! Basta se cadastrar no final desta página.