Viagens corporativas não são nenhuma raridade hoje em dia. Muitos profissionais precisam se deslocar para executar certos serviços ou comparecer a convenções. Sem mencionar negócios que se baseiam no transporte de pessoas e produtos por longas distâncias. Naturalmente, o custo de viagem deve ser considerado cuidadosamente durante o planejamento financeiro.

Hoje em dia, existem vários métodos para reduzir esses custos, desde as despesas com transporte e pedágio até estadia e alimentação. Se a sua empresa realiza essas viagens com muita frequência, então cada centavo economizado pode pesar bastante a longo prazo.

Para ajudar com isso, vamos falar um pouco mais sobre como reduzir custos de viagem em sua empresa. Acompanhe.

Como reduzir o custo de viagem?

Na maioria das viagens corporativas, há muitas fontes de custos diferentes. Passagens/combustível, estadia, alimentação, seguro, entre outros. Felizmente, há algumas maneiras de minimizar essas despesas sem comprometer sua segurança ou sua qualidade. Confira.

Planeje as viagens com antecedência

Um dos erros mais comuns em qualquer planejamento de viagem é esperar demais para começar a se preparar. Passagens compradas em cima da hora geralmente são mais caras que aquelas reservadas com antecedência, o que faz ainda mais diferença quando há muitas pessoas envolvidas.

Além disso, um prazo mais curto também dá menos tempo para pesquisar opções de estadia e aproveitar promoções. Se você sabe que haverá uma viagem nos próximos meses, é ideal que você se prepare o quanto antes.

Calcule o melhor trajeto

Para empresas que lidam com transporte de cargas ou de pessoas regularmente, uma das melhores formas de diminuir o custo de viagem é o planejamento de rotas. Otimizar o caminho traçado leva ao menor consumo de tempo e de combustível, fazendo uma grande diferença em seu custo final.

Esclareça quais serão as despesas

É comum que algumas despesas inesperadas apareçam durante uma viagem corporativa, mas eles não devem se desviar muito do custo de viagem previsto inicialmente. Na maioria dos casos, essa discrepância acontece quando você não esclarece todas as despesas de antemão. Antes de organizar o trajeto, leve em conta todos os custos, tanto com o transporte quanto com estadia, alimentação, entre outros fatores.

Forme parcerias estratégicas

Há muitas empresas envolvidas na realização de uma viagem. Mesmo que o transporte em si seja o seu core business, em uma gestão de frotas, por exemplo, você ainda vai precisar da assistência de outros negócios ao longo do caminho. Sendo assim, vale a pena formar parcerias para reduzir os custos. Hotéis, postos de combustíveis e restaurantes que sua equipe usa regularmente podem oferecer um desconto, por exemplo.

Defina uma política de reembolso em viagens corporativas

A maioria dos gastos que a equipe assume durante um evento corporativo ou no dia a dia de trabalho devem entrar como parte do custo de viagem. Seus colaboradores pagam por algo e depois pedem um reembolso. Para prevenir abusos e manter suas finanças sob controle, você precisa definir uma política de reembolso bem clara. Assim, nenhum colaborador vai assumir um custo que você não deve cobrir.

Use a tecnologia para facilitar sua gestão

O maior desafio ao planejar rotas e viagens é fazer a gestão adequada de todos os trajetos e dos profissionais envolvidos. No caso de empresas que lidam com gestão de frotas, é indispensável ter um software que facilita o acompanhamento de todas as viagens no dia a dia. Dessa forma, você acompanha problemas de logística e pode otimizar seus trajetos com mais facilidade.

Invista em uma TAG de pedágio

O gasto com pedágios para empresas que lidam com transporte de cargas e pessoas pode pesar bastante no seu custo de viagem. Além do valor do pedágio em si, também há o custo de tempo em que o motorista fica parado resolvendo o valor com o cobrador.

Ambos esses problemas podem ser evitados com o uso de uma TAG de pedágio. Esse marcador pode ser colocado no pára-brisas do veículo, sendo escaneada ao passar por uma faixa específica do pedágio. Em vez de ter que pagar o valor em dinheiro ou cartão, o pedágio é cobrado diretamente da empresa ou já é considerado pago como parte de uma mensalidade.

Quais as vantagens de escolher a TAG de pedágio da Eucard?

O uso das TAGs de pedágio é cada vez mais comum como método para otimizar o deslocamento da sua equipe. E ele é útil tanto para negócios que lidam com gestão de frotas quanto como um benefício para colaboradores que se deslocam de carro no dia a dia. E a Eucard oferece um excelente serviço de TAG de pedágio.

Confira aqui seus principais benefícios.

Economia de tempo

O principal motivo para utilizar uma TAG de pedágio é poupar seu tempo no dia a dia. Quanto menor for a espera nas filas de pedágio, menos cansativa será a viagem e mais cedo o serviço pode ser continuado. Para uma frota, isso representa maior rapidez no transporte de mercadorias. Além disso, é um excelente benefício para funcionários que usam um carro diariamente.

Economia de recursos

Outro benefício da TAG de pedágio é sua influência no custo de viagem total ao longo do mês. A Eucard oferece planos mensais para empresas que custam menos do que o total que seria gasto normalmente com o pagamento de pedágios. Se o seu negócio requer muita movimentação no dia a dia, essa será a solução ideal para diminuir suas despesas.

Aceito em todo o país

Por fim, o maior diferencial da TAG de pedágio da Eucard é a sua grande abrangência. Mesmo que suas viagens de negócio se estendam por todo o país, você sempre pode contar com a sua TAG para cobrir o valor do pedágio. Excelente para quem faz viagens de longas distâncias.

Se você implementar algumas dessas dicas em sua empresa, também vai notar uma redução considerável no seu custo de viagem. E o uso da TAG de pedágio será útil independentemente do seu tipo ou porte de negócio, seja como parte do seu core business ou como um benefício extra para seus colaboradores.

Quer começar a reduzir o custo de viagem em sua empresa? Então visite o site da Eucard e conheça nossa TAG de pedágio.