A ciência ainda não tem uma resposta definitiva sobre as causas do Alzheimer, porém acredita-se que há uma forte predisposição genética para o surgimento da anomalia.
Alzheimer é uma degeneração do sistema cognitivo que causa demência em pessoas ao avançar da idade, podendo ser categorizada em quatro níveis de intensidade (inicial, moderado, grave e terminal).
Apesar de não ter cura, a evolução ou até o aparecimento da doença podem ser retardados ou evitados com o cuidado precoce, independente da idade.
Coloque algumas práticas em sua rotina diária, tanto em sua vida pessoal quanto profissional. Alguns cuidados mínimos podem evitar o desenvolvimento do Alzheimer no futuro. Verifique abaixo algumas dicas para prolongar sua saúde neural:

Busque sempre aprender algo novo: estudar, ler e procurar desenvolver novas habilidades que estimulem os neurônios a estabelecerem atividades entre si deve ser um hábito diário. Conhecer novas pessoas também é um excelente retardante do Alzheimer. Todas estas atividades produzem diferentes hormônios capazes de contornar eventuais falhas no sistema nervoso.

Durma: ter uma boa noite de sono também é crucial para prevenção de doenças neurológicas. É no momento que estamos repousando que nosso cérebro sedimenta todos os conhecimentos que tivemos ao longo do dia.

Faça Exercícios: já é de conhecimento comum que atividade física regular é uma excelente forma de prevenir inúmeras doenças. Anomalias neurológicas não são diferentes. Exercícios auxiliam na produção de hormônios, como a irisina, protetor de conexões neurais.

Tenha uma alimentação saudável: além de manter o corpo saudável, uma boa alimentação deixa a cabeça sadia. Consumir cereais, verduras e legumes reduzem o risco de decaimento da cognição, pois cada um destes alimentos contêm vitaminas que ajudam na prevenção. Consumos de óleos como azeites e gorduras de peixe também retardam o declínio neurológico.

Outro cuidado vital é evitar o uso de cigarros e derivados do tabaco, pois na composição destes produtos contêm elementos que provocam doenças relacionadas com a degeneração da rede neural. Assim como o cigarro, o estresse e ansiedade constante são fortes causadores do Alzheimer, visto que causam exaustão neural vital, fato que fortemente diminui a atividade do cérebro.

Conheça a causa Fevereiro Roxo, criada para conscientização do diagnóstico precoce do Alzheimer e outras doenças limitantes. Compartilhe este conteúdo caso acredite que seja importante para alguém, e lembre-se “se não tem cura, que haja conforto”.