Fluxo de caixa: como reduzir o impacto das contas no começo do mês?

Fluxo de caixa: como reduzir o impacto das contas no começo do mês?

O início do mês é sempre um momento complicado. Afinal, é quando entram as contas. É o momento crítico do fluxo de caixa, quando existe muita saída e pouca entrada. No início do mês, é preciso fazer os pagamentos aos funcionários, além de toda a bonificação, como o vale refeição, e diversas outras despesas. Por isso, confira algumas formas de reduzir o impacto das contas de início do mês.

Mantendo o capital de giro intacto

capital de giro é um recurso essencial para qualquer empresa. Ele é um dinheiro que a empresa deixa separado para cobrir os custos operacionais do dia a dia, podendo variar por volta de seis meses a um ano, dependendo da empresa. Porém, o ideal é deixá-lo intacto e procurar outras formas de suprir as contas no final e no início do mês.

Uma ótima alternativa é manipular o fluxo de caixa para que ele próprio fique encarregado de pagar as contas. Assim, o dinheiro que entra é literalmente o mesmo que sai. A organização financeira da empresa é mais fácil, e existe um risco menor de que ocorram erros. Felizmente, existem algumas técnicas para fazer isso.

Fazendo um melhor controle das contas

No exemplo dado no início do texto, como o vale-refeição e outras bonificações, estes valores podem ser amortizados. Isso significa que estes valores podem ser cobrados a partir do dia 10, o que permite que já exista um maior intervalo de tempo em que já entrou algum dinheiro em caixa.

Este é um exemplo em que a manipulação do fluxo de caixa permite lidar melhor com as contas do início do mês. Outra boa solução é fazer uma negociação de prazos no pagamento aos fornecedores. Neste caso, é preciso encontrar o equilíbrio.

Quanto mais cedo você pagar, provavelmente maior será o desconto. Porém, quanto mais tarde você pagar, melhor é para o seu fluxo de caixa. Uma ótima dica é avaliar o período em que o recurso começar a entrar em caixa, para encontrar o momento do pagamento ideal. Busque construir uma boa relação com os fornecedores, quase como uma parceria, para permitir que estes valores sejam mais próximos do ideal.

Antecipe recebimentos

Na outra ponta do espectro, está o recebimento. A dica em relação a este tema é a oposta à anterior. Enquanto o objetivo antes era adiar os pagamentos, o propósito aqui, é antecipar os recebimentos, ou seja, adiantar o final do ciclo de modo que o dinheiro entre no caixa mais rápido.

Novamente, também é necessário encontrar o equilíbrio, mas existem diversas formas de fazer isso. Você pode incentivar o pagamento em menos parcelas ou oferecer descontos por pagamentos à vista. Porém, tome cuidado para não cortar a muito a sua margem de lucro.

É claro que uma forma de reduzir o impacto das contas é também reduzir o seu valor. Portanto, procure formas de cortar os custos. Neste caso, o fluxo de caixa também tem um papel muito importante: trazer informação.

Ao ter um fluxo de saída bem detalhado, você sabe exatamente onde a empresa gasta seu recurso, podendo eliminar todos os gastos que não são necessários.

Quer encontrar uma forma de melhorar o seu fluxo de caixa em relação aos benefícios dos colaboradores? Então, converse com um consultor e faça uma simulação dos nossos serviços!