Reduzir o turnover, atrair profissionais de peso e montar um time de alta performance. Qual gestor não sonha com isso, não é mesmo? Nesse contexto, planejar uma jornada do colaborador dentro da empresa faz toda a diferença.

Afinal, a opinião dos colaboradores sobre uma organização é muito importante para a reputação da marca. Isso porque eles são o primeiro contato da companhia com a sociedade: parentes, vizinhos, amigos e até mesmo clientes.

Por essa razão, pensar em benefícios para funcionários alavanca a imagem corporativa e o poder competitivo. Lembre-se que uma boa jornada do colaborador aumenta o engajamento e a produtividade. Que tal conhecer um pouquinho mais sobre esse conceito? Neste post, vou te ensinar teoria e prática! Venha comigo e confira!

O que é a jornada do colaborador?

A jornada do colaborador corresponde à trajetória que ele faz dentro da empresa. No contexto da gestão de pessoas, essa expressão está ligada à criação de melhores vivências nos principais instantes do relacionamento entre o funcionário e a organização.

Também chamada de “employee experience”, a tática consiste em cuidar para que situações como o processo seletivo, a admissão, o treinamento e até mesmo a saída dos profissionais ocorram da melhor maneira possível.

Quais os benefícios de implementá-la?

Primeiramente, ao acompanhar a jornada do colaborador, a organização terá uma ideia consistente sobre a opinião dele a respeito da rotina de trabalho.

Assim, é possível traçar planos mais acertados para melhorar o ambiente físico e as relações humanas. Além disso, é importante cuidar do desenvolvimento da carreira. Quanto maior for a chance de um profissional crescer internamente, mais dedicação e comprometimento ele terá em seu cargo.

Veja a seguir alguns dos benefícios do acompanhamento e gestão da jornada do colaborador!

Ampliação do engajamento

Como mencionei, ao rastrear a jornada do colaborador, a companhia terá uma visão mais ampla dos anseios e necessidades dos times. Dessa forma, na medida do possível, a empresa consegue elaborar planos mais personalizados para despertar o contentamento. Mais tarde, isso vai se traduzir em equipes mais empenhadas e na queda da rotatividade.

Funcionários como promotores da marca

Times felizes com suas vivências de trabalho funcionam como verdadeiros garotos-propaganda da imagem corporativa. Assim, eles contam sobre suas boas experiências em seus círculos sociais, o que ajuda a propagar uma ideia otimista sobre o negócio.

Por outro lado, quando a opinião é negativa, esse pensamento também se espalha como pólvora. Nesse cenário, o investimento na jornada do colaborador é um excelente preventivo.

Candidatos mais qualificados nos processos seletivos

É ótimo quando os funcionários fazem indicações de novos candidatos, não é? Isso ajuda a atrair profissionais mais qualificados e alinhados à cultura organizacional. Assim, a reposição de pessoal se torna mais eficiente e menos traumática para o restante da equipe.

Da mesma forma, um ambiente profissional ruim também faz com que os colaboradores expressem seus sentimentos de insatisfação no mercado. Como consequência, os melhores talentos do seu setor acabam sendo afugentados ao invés de atraídos.

Expansão da produtividade

Só o fato de a empresa ter programas para nutrir a jornada do colaborador já contribui para harmonizar as relações interpessoais e estimular a motivação. Afinal, a companhia estará continuamente refletindo sobre formas de deixar o clima organizacional mais leve e solidário. E isso tem impacto direto na performance.

O alcance das metas depende de muitos fatores, mas um dos principais é o quanto o time está disposto a “correr atrás” delas. Ou seja, quando há desânimo, estresse e excesso de competitividade, atingir os resultados vai ficando cada vez mais complexo.

Como planejar a jornada do colaborador?

Para elaborar uma jornada do colaborador estimulante e positiva, a organização deve focar no crescimento corporativo, mas sem deixar o desenvolvimento humano de lado.

Logo a seguir, preparei algumas dicas especiais para cada momento relevante dentro dessa trajetória. Acompanhe!

Cative desde o recrutamento

Lembre-se de que as pessoas que participam das triagens fazem parte do seu mercado de atuação. Ou seja, aqueles profissionais dispensados, cedo ou tarde, podem atuar na concorrência, disputando, inclusive, os mesmos clientes.

Dessa forma, se a experiência for ruim, essa má fama começa a se espalhar pelo segmento. Portanto, garanta uma sala acolhedora para a entrevista, treine os recrutadores para serem empáticos e dê um retorno também para os profissionais que não passarem nos testes. Afinal, nunca se sabe o que vai ser do amanhã, certo?

Providencie um treinamento caloroso e inesquecível

O treinamento é um momento de destaque para motivar os funcionários já no início da trajetória na empresa. Além de introduzir os novos profissionais às operações, às tarefas e à cultura organizacional, aproveite essa fase para uma integração consistente com o restante da equipe.

Uma boa ideia é oferecer um brunch no qual os veteranos se apresentem aos novos e vice-versa. Brindes com emblemas da empresa e expressões simpáticas, como “seja bem-vindo”, fazem bastante sucesso e custam pouco. Você pode apostar em coisas muito singelas: canecas, canetas, marcadores de livro etc.

Mantenha programas para incentivar a retenção de talentos

Durante o dia a dia na empresa, a jornada do colaborador deve contar com programas concretos que fomentem o crescimento na carreira: plano de cargos e salários, cursos de capacitação, bônus para os melhores do mês e por aí vai.

Uma dica é elaborar pesquisas internas periodicamente para definir um cronograma de retenção mais alinhado às expectativas dos funcionários.

Promova uma demissão humanizada

O desligamento por iniciativa da empresa é uma situação delicada. Porém, até mesmo nesse instante, é preciso pensar na jornada do colaborador. Por isso, o ideal é que a notícia seja dada face a face e pela chefia correspondente.

Nada de e-mails ou “passa no RH”. O olho no olho é importante nessa hora, assim como uma sala privativa, distante dos demais funcionários. Os superiores devem estar preparados para manter a cortesia, mesmo diante de descontrole emocional por parte da pessoa demitida. Isso é comum e compreensível nessas circunstâncias.

Aposte nos benefícios

Em todas as fases da jornada do colaborador, os benefícios exercem papel de protagonismo nos fatores que influenciam na opinião do time sobre a empresa. Aliás, os benefícios são quase tão importantes quanto o salário.

Desse modo, quando pensamos em ideias de endomarketing, eles não podem ficar de fora. Veja algumas das sugestões de benefícios que separei:

Cartão que substitui a cesta básica

Substitua a cesta básica por um cartão com valores mensais. Assim, você entrega mais praticidade, flexibilidade e liberdade para os funcionários. Afinal, eles poderão escolher o que levarão para casa.

Cartão multiuso

Outra ideia interessante é fornecer um cartão multiuso para profissionais que recebem vários benefícios. Com esse método, dá para sacar, transferir, pagar boletos e até recarregar o celular. É uma medida inovadora que vai encantar seus times.

Cartão refeição

O vale em dinheiro pode ser trocado pelo cartão refeição, ajudando a desonerar a folha de pagamentos e dando ao colaborador maior controle sobre seus gastos. Afinal, é possível acompanhar as movimentações por sites e apps.

Cartão combustível

Com o cartão combustível os funcionários têm mais segurança para circular do que com o valor em dinheiro. Além disso, há menos trabalho com a apresentação das notas fiscais e suas respectivas conferências. Basta escolher uma rede credenciada com ampla cobertura e adaptada às suas principais rotas.

Cartão farmácia

Com a inflação em alta, facilidades para adquirir medicamentos e produtos farmacêuticos são muito bem-vindas. É o que garante o cartão farmácia!

Cartão personalizado

Mais uma ideia criativa é produzir um cartão personalizado. Nesse caso, ele pode atender às suas expectativas de benefícios, mas também ser customizado no layout. Essa é uma opção bacana para fomentar o sentimento de identidade e de pertencimento ao grupo corporativo.

Como você viu, acompanhar e criar uma jornada do colaborador positiva e inspiradora são ações que viabilizam a escalação dos melhores talentos e a formação de verdadeiros dream teams.

Quer agilizar a gestão de benefícios, conquistar seus funcionários e alcançar um ótimo desempenho? Então solicite uma proposta e conheça a Eucard agora mesmo!