Não entende de plano de cargos e salários, mas quer saber como fazer esse processo que é tão relevante na gestão de pessoas em uma empresa? Então, está na página certa. Pois, saiba que essas ferramentas motivam os funcionários e auxiliam na orientação da qualificação técnica das tarefas.

Entretanto, é preciso que o gestor de Recursos Humanos defina, junto com a equipe, os cenários, estratégias empregadas, critérios de promoção, benefícios e métodos para monitorar o desempenho dos profissionais. Por isso, eu vou te contar como isso funciona. Continue a leitura e confira.

Como funciona um plano de cargos e salários?

O sucesso financeiro e organizacional de uma empresa está relacionado a planejamentos, análises e estratégias ao gerenciar as adversidades e controlar o negócio. Diante disso, entra o plano de cargos e salários, que visa organizar os assuntos referentes aos colaboradores e suas rendas.

Com isso, cada um saberá qual é a sua função na organização e que o salário é compatível para a atividade que exerce. Logo, evita-se que profissionais com a mesma função tenham rendimentos diferentes. Também, proporciona um processo hierárquico organizacional e de pagamento transparente aos envolvidos.

Além disso, os funcionários não ficarão estagnados na atividade e no salário, pois o plano de cargos os incentiva a buscar produtividade e melhores rendimentos, uma vez que sejam promovidos. Logo, se desenvolverão profissionalmente e terão uma remuneração mais elevada.

Benefícios de um plano de cargos e salários

A maior vantagem de criar plano de cargos e salários é estruturar a remuneração e a hierarquia organizacional, como já dito. Dessa maneira, a empresa premia a competência dos melhores profissionais.

Ademais, promove o perfil das funções com suas devidas descrições para contratar novos colaboradores que se identificam com o cargo. Sendo assim, há uma menor rotatividade de pessoal na empresa e indivíduos mais qualificados para as atividades. Por conseguinte, existe uma boa retenção de talentos e satisfação deles em estarem naquele ambiente laboral. Logo, ficará difícil eles se interessarem pela concorrência.

Outro detalhe é no quesito salário, já que este muda conforme a função e se torna base no mercado de trabalho. Dessa forma, o empregado tem a oportunidade de crescer na empresa e ganhar mais. Aliás, a atuação da equipe com funções definidas fortalece o negócio.

Qual é a importância de desenvolver um plano de cargos e salários na empresa?

O plano de cargos e salários oferece benefícios tanto para a própria empresa quanto para o colaborador. Na verdade, uma se alimenta do outro criando um ciclo de harmonia e contribuindo para a produtividade e motivação dos empregados.

Vantagens para a empresa

Com essa ferramenta você entenderá melhor os perfis de profissionais que precisa para sua organização entregar um produto ou serviço de qualidade e rapidamente. Ainda, ao reter talentos atrairá outros mais qualificados que poderão evoluir.

Isso gera um sentimento de pertencimento e de realização pessoal e profissional, o que proporciona engajamento e produtividade. Inclusive, facilita os processos seletivos para novas vagas e um controle dos valores para investir em treinamento visando posições mais estratégicas da empresa.

Vantagens para o colaborador

Essa ferramenta promove confiança aos funcionários para que possam construir a evolução de suas carreiras. Assim, gera motivação, engajamento da equipe, produtividade e satisfação, além de poderem contar com os tipos de carreiras e suas características para crescerem na empresa. Em virtude disso, ficam focados em multifunção e desejam assumir cargos cada vez mais especializados. Como também não sentem necessidade de ficarem trocando de trabalho.

Qual é o passo a passo de como fazer o plano de cargos e salários, na prática?

Agora, é o momento de colocar a mão na massa e estruturar o plano de cargos e salários de sua empresa. Desse modo, veja alguns passos importantes para isso, a seguir.

Realizar o levantamento dos cargos

Levante as informações sobre os cargos, suas características, como deve ser a rotina, entre outros dados. Aproveite para escutar, também, os empregados que atuam todos os dias na área. Depois, arquive esses dados de maneira que possam ser acessados quando necessários.

A princípio, crie a hierarquia organizacional de forma clara e objetiva explicando cada função para que não haja desvios. Após, oriente tanto os novos como os antigos funcionários, inclusive envolvam os gestores durante o processo de elaboração e cobre a responsabilidade deles de melhorias. Na sequência, certifique-se de que as atitudes foram tomadas conforme determinação.

Estabelecer as faixas salariais

Com cargos definidos, estipule as faixas salariais com valores mínimos e máximos para cada função. Nesse caso, o departamento financeiro deve participar para mostrar a realidade das finanças da empresa. Uma dica boa é pesquisar junto aos sindicatos das categorias referências dos rendimentos. Também, informe como ocorrerão os aumentos de salários e promoções, podendo ser:

  • tempo de serviço;
  • ausência de faltas;
  • feedback;
  • melhor desempenho;
  • qualificações acadêmicas e treinamentos.

Definir as funções e responsabilidades de cada cargo

Para que o Recursos Humanos possa ser independente ao decidir as promoções e aumentos é necessário que as atividades de cada profissional estejam no PCCS. Como também, as ferramentas que eles precisam conhecer e habilidades para desempenharem o cargo, entre outras qualificações. Igualmente relevante deve constar o perfil de comportamento mais adequado à função.

Levar o plano ao conhecimento dos funcionários

Ao finalizar o plano de cargos e salários ele deve ser revisado e comunicado a todos os profissionais. Isso é essencial para garantir que todos tenham as definições para programarem o crescimento na organização.

Essas informações podem ser apresentadas em meio eletrônico: e-mail, chats internos, grupos de WhatsApp, Telegram ou rede social. Ainda, em um mural ou no jornal interno da empresa; sobretudo pode deixá-lo fixado em cada um dos departamentos.

Como você pode perceber, para a implantação do plano de cargos e salários é necessário saber como fazer, pois demanda o cumprimento de diversas etapas. Todavia, ao finalizá-las, você poderá obter os benefícios descritos nesse artigo tanto para a empresa como para os talentos. Logo, impactará na melhoria dos resultados do negócio.

Para se aprofundar mais no assunto sugiro que leia o artigo sobre aumento do salário ou benefícios: em qual a empresa deve investir?