Premiação por produtividade e cumprimento de metas: como definir?

Premiação por produtividade e cumprimento de metas: como definir?

A premiação por produtividade e cumprimento de metas é bastante popular na gestão de pessoas. Justamente por essa razão, é importante entender como a estratégia funciona e evitar cair em erros comuns, como prejuízos no orçamento da empresa ou o fracasso na tarefa de motivar a equipe de trabalho.

Neste conteúdo, explicamos o que é uma premiação dessa natureza, como planejar uma ação bem-sucedida e alguns exemplos para você se inspirar. Confira!

O que é uma premiação por produtividade e cumprimento de metas?

A premiação por produtividade é uma forma de recompensar membros da equipe de trabalho por alcançar ou superar metas da empresa. Os funcionários são mais produtivos quando seus esforços são reconhecidos e valorizados por seus líderes. Com a recompensa, a gestão também incentiva a equipe a alcançar resultados cada vez mais satisfatórios.

Como definir uma premiação justa e atrativa?

Agora que você já sabe o que é e como funciona uma premiação, confira nossas dicas sobre as ações que não podem ficar de fora do planejamento desse projeto — que envolve não só os responsáveis pela gestão de RH, mas também o diálogo com diretores da empresa.

Estabeleça metas para o curto e médio prazo

As metas de produtividade precisam de fato ser pensadas para o longo prazo, ou seja, de acordo com os impactos na empresa em 3 ou 5 anos, por exemplo. Mas, se a ideia é manter os funcionários comprometidos com metas próximas da realidade, os objetivos maiores precisam ser “quebrados” em outros menores: metas para o curto e médio prazo.

Defina as premiações de maneira colaborativa

Uma política de premiação justa começa por definir premiações realmente relevantes para os funcionários da empresa. Uma forma colaborativa de tomar essa decisão é criar um leque de opções que a empresa pode arcar e submetê-las a uma votação com os próprios funcionários.

Tenha como base o rendimento dos funcionários

Deixe claro que o critério fundamental para receber as premiações é o rendimento no trabalho. Isso significa que é preciso ter como base a meritocracia, ou seja, quem se esforçar mais e obter os melhores resultados terá acesso às premiações.

Por onde começar?

A ideia é buscar premiações realmente interessantes, adequadas para o perfil dos funcionários e financeiramente viáveis para a empresa, correto? Separamos 3 tipos de premiações para você ter a inspiração que precisa nessa tarefa.

1. Viagem de incentivo

O propósito da viagem de incentivo é proporcionar ao funcionário experiências únicas, de modo que ele reconheça o valor de se dedicar ainda mais ao trabalho. O tema da viagem pode ou não estar relacionado à função que ele desempenha na empresa.

2. Cursos e participação em eventos

Para alguns funcionários, ainda há uma resistência em enxergar esta opção como uma premiação. Mas essa percepção vem mudando, principalmente entre os mais jovens, que unem o trabalho que realizam ao propósito de vida. Portanto, incentivar o crescimento profissional é aproximá-los dos objetivos pessoais que eles esperam alcançar.

3. Cartão de premiação

O cartão de premiação gera uma economia maior para as empresas na folha de pagamento, além de manter os funcionários motivados com acesso à premiação com total autonomia. Econômico e atrativo: não é por acaso que é uma das opções mais escolhidas pelas empresas.

Se você chegou até aqui, já sabe tudo que precisa para definir uma premiação por produtividade e cumprimento de metas atrativas para os funcionários de uma empresa. É importante ter um planejamento para que a premiação seja, ao mesmo tempo, justa e viável para o orçamento.

Como vimos neste post, existe um jeito simples e sem burocracias para manter os funcionários da empresa motivados: o cartão de premiação. Confira o nosso post sobre o assunto!